O teu calor sobre o travesseiro desapareceu e hoje me faz fala, as memórias não me deixam ver que nada voltará a ser como antes, como antes... A dor me desarma e chorar já não me acalma, pouco a pouco começo a enlouquecer e não sei o que poderá vim depois, depois...
Olhando o relógio começo a aceitar que o tempo me deixa e em um segundo finjo que quero fugir mas voltarei para mais e ao final já não há mais..
Pode que me cegue a fé mas volto a acreditar que isto não se acaba, sonho que tento te beijar e voltarei a queimar a vida se me escapa e ainda que cada vez doa mais, em minha alma.. E ainda que cada vez doa mais não quero te esquecer, não quero te esquecer..

Anahí (traduzido)
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger