Depois de um tempo, descobri mesmo o que era dor. Dor não era apanhar de desmaiar. Não era cortar o pé com caco de vidro e levar pontos na farmácia. Dor era aquilo, que doía o coração todinho, que a gente tinha que morrer com ela... Sem poder contar pra ninguém.

Meu Pé de Laranja Lima
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger