E aí a realidade bate na sua porta de um jeito que nunca bateu antes, uma batida que sufoca, que machuca, que tortura.. uma batida que trás uma realidade que você ainda não tinha parado pra pensar.. Ela vem te esfregando na cara, sem dó nem piedade, o fato de que você nunca poderá dar uma das maiores felicidades da vida da pessoa que você ama, porque outro alguém já o fez.. E aí você chora, sem muito sentido, com um pouco de ciúme e inveja.. apenas chora.. afinal, ninguém nunca vai entender, não é mesmo?

Marisa Aziliero
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger