Quase se apagou para mim a luz, cheguei a ser só o eco de uma voz que um dia brilhou, mas um dia a esperança renasceu,  a luz voltou a brilhar, me dei conta de que estava ali, gritando sem medo que ainda acreditava em mim, e hoje por você e por mim estou aqui com mais força, sem medo, com meu hino ao amor, aos corações partidos que vão juntando os pedaços... Eu, eu, eu.. Eu acredito... Salvame!


Anahí.


Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger